sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Rapinantes Diurnos do Quadrilátero Ferrífero, um artigo, um sonho

 Ave amigos!

Hoje, com grande alegria, compartilho com vocês um momento pra lá de especial desses últimos 40 anos de paixão pelas aves de rapina.

Tudo, pra variar, começou com uma águia. Na época ainda "chilena" (Buteo melanoleucus), e que mais recentemente (e apropriadamente) passou a se chamar "serrana" (Geranoaetus melanoleucus). 

Naquela época, pré-internet, qualquer conhecimento sobre nossas aves de rapina era preciosíssimo. Lembro-me que um dos meus programas favoritos, depois do futebol e, claro, do "raptorwatching", era visitar bibliotecas em busca de informações e imagens dos nossos rapinantes. 

Com raríssimas exceções (geralmente espécies mais icônicas, como a harpia), a grande maioria das espécies não passava de breve verbete enciclopédico. 

Sem informações, muito menos fotos, encontrar um artigo inteiro sobre uma ave de rapina era algo indescritível. E foi assim que, por volta de 2008, conheci o grande pesquisador Luiz Salvador Jr., através da publicação de seu inolvidável artigo que tornou famosas as águias-chilenas da serra do Curral. 

Doze anos depois, a mesma águia, na mesma serra


Quem diria que um dia eu pudesse estar do "outro lado"?... Que de estudioso sedento de conhecimento, pudesse virar colaborador para o ainda pouco conhecido mundo das aves de rapina? E que isso ainda aconteceria com um dos pesquisadores que sempre foi referência para mim?...

É... o mundo dá voltas... e às vezes elas nos elevam qual poderosa térmica.


Águia-serrana, reina soberana na serra do Curral

Apesar dos muitos anos de amizade virtual, conheci pessoalmente o Salvador poucos dias antes da publicação do nosso artigo que acaba de ser publicado: RAPINANTES DIURNOS (AVES: ACCIPITRIFORMES E FALCONIFORMES) DO QUADRILÁTERO FERRÍFERO, MINAS GERAIS, BRASIL. Foi o primeiro artigo que participo como autor, graças ao grande Luiz Salvador Jr., que transformou o meu lazer em ciência, inserindo meu nome na ornitologia.

Foi um encontro fantástico, exatamente onde tudo começou, na serra do Curral, com a imponente águia-chilena. 


Num mergulho vertiginoso e alucinante em nossa direção



Essa parceria com o grande Salvador está só começando! Já existe outro excelente artigo a caminho, além de outros grandes projetos despontando. 

Só tenho a lhe agradecer pela confiança, pelas oportunidades e pela valorização do meu "trabalho", meu irmão camarada!

Agradeço à Janine, minha esposa, pelo making of e pela paciência em campo



Parceria promissora

PS: Quem desejar o artigo favor deixar o email nos comentários

15 comentários:

  1. Eu quero receber. Parabéns João Sérgio e Luiz Salvador, abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado meu amigo! O Salvador falou da amizade de vcs.

      Excluir
    2. Gostaria de receber o artigo, que bom que temos pessoas como João Sergio e Luiz Salvador preservando as Águias de nossa região.

      Excluir
  2. Eu quero receber. Parabéns João Sérgio e Luiz Salvador, abração.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom!!! Me manda o artigo.
    Tens meu E-mail né?
    Estás avançando cada vez mais no mundo da ornitologia. Sempre foi assim: um passo de cada vez. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  4. Parabens João. Se possível, me mande o artigo. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de receber e aproveitando para parabenizar pelo trabalho erainho@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Parabéns João Sérgio pelo seu obstinado trabalho!

    ResponderExcluir